Escritos de Ada

terça-feira, 20 de maio de 2014

Mais um poema velhinho, velhinho

Pisou-a
porque o asfalto
não é lugar para flores.

Um comentário: