Escritos de Ada

segunda-feira, 22 de novembro de 2010



Picture from VisualizeUs

Quero a leveza
das mãos invisíveis
que suspendem os pássaros.

8 comentários:

  1. Eis aí (+) uma poesia sua que eu gostaria de ter feito... :P

    beijos de mim pa tu!

    ResponderExcluir
  2. Leve, a poesia. Mas não são mãos invisíveis, são pequenas linhas de pouca cor....

    Parabéns! Melhor coisa que li hoje a noite!

    Ann Nothing lhe aguarda!
    Abz.

    ResponderExcluir
  3. Hola. Cheguei nesse blog a partir do blog de Alice Sant'anna.

    Esse artigo sobre Gay Talese é bem interessante.

    Então, é isso, garota potiguar.

    Grande abraço.

    José.

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente, lindo...

    ResponderExcluir
  5. Ao ler esse poema, lembrei-me dos grandes gênios da poesia...

    ResponderExcluir