Escritos de Ada

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Poema do livro "Águas"

Lembra
daquele caderno de capa azul
margens abarrotadas de versos?

Vou dobrá-lo em um barquinho
e navegá-lo
em alto mar

o vento no leme.

3 comentários:

  1. Já estava com saudade. Aprecio muito seus poemas, são para mim como gotas em um momemto que precisamos de rios ou mares. Se tiveres que escrever as coisas como vêm, ficarei feliz. Abraço... Ah, quando falta poesia não falta.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. lembro de um outro caderno cor de abóbora
    cheio de letras e sonhos, meio a meio realizados!
    Vou te seguir para me ver nas tuas entrelinhas.
    meu blog dulcecore>blogspot.com passa lá....

    ResponderExcluir