Escritos de Ada

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Súplica

Rogo a quem mantém suspenso o caos
sobre nossas cabeças
e dentro delas

que me resguarde de enlouquecer com as lembranças
dos subtextos
dos olhares distantes
dos silêncios que eu poderia cortar com uma faca

que transmute em cores os tons de cinza que me anuviam a visão
que me livre do galope furioso no peito

que me devolva 
o espaço que você ocupa 
em mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário